Revolução Espírita TV 02: A Infância de Allan Kardec

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

Programa TV Revolução Espírita episódio 02 (TV Mundo Maior)

A curiosa infância de Allan Kardec (Em três partes)

Inéditas descobertas históricas revelam a vida de Leon Hippolyte Rivail criança na cidade campestre de Bourg-en-Bresse.

Primeira parte:

Parte dois:

Parte três:

3 Comentários


  1. Muito interessante! Esses resultados pesquisas são muito importantes,; revela-nos dados fundamentais que mudam nosso entendimento da vida do codificador. Gostaria de obter esse livro! Como faço para comprá-lo? Parabéns Paulo Figueiredo!!

    Responder

    1. Olá, Zilma, ficamos gratificados com o seu interesse. Você pode encontrar o livros nas livrarias, ou pelos sites: candeia.com ou mundomaior.com.br

      Responder

  2. Parabenizo a TV Mundo Maior por mais esta iniciativa. É mais uma atividade importantíssima de promoção do Espiritismo, o que já vem sendo desenvolvido há muitos anos e de forma louvável pelo grupo da Rede Boa Nova.

    Acabo de ler esta extraordinária obra do Paulo Henrique de Figueiredo. Uma obra de fôlego, uma pesquisa extensa e de profundo resgate da da ciência espírita consubstanciada em sua base fundamental, as obras do mestre Allan Kardec. Poder acompanhar análises e explicações do próprio autor de partes da obra através desses programas, é mais um brinde para os leitores e uma motivação enorme para a leitura deste maravilhoso trabalho de pesquisa espírita.

    Depois de onze anos o Paulo Henrique de Figueiredo mais uma vez nos brinda com um maravilhoso trabalho de pesquisa que enrique sobremaneira a literatura espírita. Ele já demonstrou a sua enorme capacidade de pesquisador percuciente com a publicação em 2005 da magistral obra, “Mesmer – a Ciência negada e os Textos Escondidos”, outro trabalho de pesquisa indispensável ao estudioso espírita, o qual já é esperado com ansiedade em uma nova edição prometida para este mês de Março. Certamente muito ainda virá da sua lavra, assim torcemos e esperamos.

    Parabenizo também a Cristina Sarraf pela excelente atuação na condução das entrevistas, o que ela tem feito de forma brilhante e possibilitando ao Paulo Henrique explorar com profundidade temas importantíssimos trazidos ao bojo da sua excepcional obra.

    Antonio Leite – Nova Iorque

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *