Entrevista: programa Repensar da TV Mundo Maior

Entrevista: programa Repensar da TV Mundo Maior

3 minutos Publicado por TV Mundo Maior O Repensar é um programa dedicado à literatura espírita. A apresentadora Maria Izilda Netto recebe escritores, estudiosos e diversos especialistas  em um bate papo com muita informação e espiritualidade. Desta vez, a entrevista apresenta o Paulo Henrique de Figueiredo, autor do livro Revolução Espírita, a Teoria esquecida de Allan Kardec. A obra é fruto de intensos estudos por parte do escritor e jornalista que duraram vinte anos, baseado em fontes primárias, jornais e diversos documentos, são relatados Continue lendo

Afinal, o que é magnetismo animal?

Afinal, o que é magnetismo animal?

3 minutos Há muito desconhecimento quanto ao Magnetismo Animal. Originalmente, ele nada tem a ver com a concepção popular atualmente divulgada. O termo “magnetismo animal” foi criado pelo médico alemão Franz Anton Mesmer (1734 – 1815). como um novo paradigma da física de então para fundamentar sua renovação da ciência médica, já que ele considerava falsa a teoria aceita pela comunidade científica de sua época — uma teoria mecanicista para as forças (luz, eletricidade, magnetismo, eram consideradas matérias, esferas duras, sem peso e invisíveis). Para Continue lendo

Espiritismo é uma seita carregada de superstições?

Espiritismo é uma seita carregada de superstições?

5 minutos Como bem viu o filósofo Herculano Pires, o espiritismo tem sido considerado como uma “seita comum, carregada de superstições. Muitos o veem como uma tentativa de sistematização de crendices populares, onde todos os absurdos podem ser encontrados”, concluindo o filósofo espírita que: “Na verdade os seus próprios adeptos não o conhecem (…). O espiritismo, nascido ontem, nos meados do século passado, é hoje o grande desconhecido dos que o aprovam e o louvam e dos que o atacam e o criticam” (Curso Continue lendo

Segundo Kardec, Espiritismo é ciência. Mas não é o que se pensa…

Segundo Kardec, Espiritismo é ciência. Mas não é o que se pensa…

3 minutos Kardec afirmou que o Espiritismo é uma ciência. Mas vai cair em erro aquele que considerar essa afirmação imaginando o atual conceito dessa palavra. Isso porque em nosso tempo ela está associada ao materialismo. Normalmente, mesmo que a maior parte dos estudantes universitários e mesmo professores sejam espiritualistas, todos precisam adotar a doutrina do nada para que sua produção seja aceita, ou corre o risco de cair na marginalidade acadêmica e perder oportunidades. O espiritualismo é mesmo ridicularizado como crendice, ingenuidade, absurdo. Continue lendo

Mulher, abandone a culpa e seja feliz!

Mulher, abandone a culpa e seja feliz!

5 minutos Em seu íntimo, há quem se culpe calado, o tempo todo, por tudo, como se o erro fosse o compasso de sua vida. E a consequência é uma tristeza constante, um amargor. Por fim consola-se, sempre foi assim, sempre será, essa vida é mesmo um sofrimento, pensa. Desde o início dos tempos em nosso mundo a culpa ronda a vida dos homens e principalmente das mulheres. As tradições culturais das civilizações do passado criaram mitos e dogmas que construíram uma imagem deturpada, Continue lendo

A revolucionária quase desconhecida moral espírita

A revolucionária quase desconhecida moral espírita

6 minutos A grande maioria dos espíritas viveu uma criação católica ou protestante, em virtude da tradição de suas famílias. Cresceu ouvindo as missas, catequeses, aprendendo a metafísica dogmática das igrejas. Nesses ensinamentos, Deus teria uma relação dominadora semelhante à humana com seus filhos. Sua lei é absoluta, eterna, mas desconhecida dos homens, mergulhados que estão no pecado original. No entanto, exige a absoluta submissão aos seus desígnios. Aqueles rebeldes, que cometem pecados, se não se arrependem e aceitam o castigo em suas vidas, Continue lendo

Os Exilados (3): preconceito ou ciência?

Os Exilados (3): preconceito ou ciência?

14 minutos No post anterior desta série “Os exilados”, tratamos do que foi “A chegada dos espíritos de outro planeta”, uma narrativa baseada na teoria das emigrações e imigrações dos espíritos, entre a população encarnada de um mundo para outro, na imensidão do universo. Trata-se de um ensino dos espíritos presente na doutrina espírita, por Allan Kardec: “De acordo com o ensino dos Espíritos, foi uma dessas grandes imigrações, ou, se quiserem, uma dessas colônias de Espíritos, vinda de outra esfera, que deu origem Continue lendo

Os exilados (2): a chegada dos espíritos de outro planeta

Os exilados (2): a chegada dos espíritos de outro planeta

7 minutos Como vimos no anterior post, Os exilados: Será o fim do mundo?, os espíritos superiores estudaram, elaboraram modelos e compreenderam as leis que regem a evolução dos mundos habitados. Estudando os orbes em diferentes estágios, chegaram ao seguinte esquema simplificado, para nosso entendimento: Primeira fase: mundo primitivo. Segunda fase: mundo de expiações e provas. Terceira fase: mundo de regeneração. Quarta fase: mundo feliz. Esse processo evolutivo dos mundos está explicado em nossa obra Revolução Espírita, cuja leitura sugerimos, mas aqui vamos dar Continue lendo

Os exilados (1): Será o fim do mundo?

Os exilados (1): Será o fim do mundo?

4 minutos A humanidade está progredindo? O mundo vai acabar num grande colapso? Os sociólogos dizem ser impossível saber. Um dos mais importantes valores da ciência está em se fazer previsões. O mais cotidiano é a previsão dos fenômenos do tempo. Equipamentos recentes preveem terremotos, erupções vulcânicas e outros desastres naturais com antecedência e precisão, permitindo a preservação de muitas vidas. Na natureza, muita coisa pode ser prevista, evolução genética, produção agrícola, resultados plásticos das operações estéticas, formação dos planetas e estrelas, e muitos Continue lendo

Como participar da regeneração de nosso planeta

Como participar da regeneração de nosso planeta

4 minutos A formação de Rivail, futuramente Allan Kardec, foi no ambiente rural de sua família, em Saint Denis de Bourg, um vilarejo junto à cidade de Bourg-en-Bresse, capital do departamento de Ain. Ali viveu numa bela e grande propriedade, de sua avó Charlotte e sua mãe Jeanne, ambas viúvas. Quando rapaz, sua mãe o levou para a Suíça, no castelo onde Pestalozzi recebia alunos pagantes, e outros cuja família não tinha condições de custear sua educação e estudavam de graça em Yverdon. O Continue lendo