Ciência espírita

Para Kardec, o Espiritismo é mais prejudicado pelos adeptos que o compreendem mal do que pelos seus inimigos declarados!

Para Kardec, o Espiritismo é mais prejudicado pelos adeptos que o compreendem mal do que pelos seus inimigos declarados!

3 minutos Em 1864, Allan Kardec fez um discurso aos espíritas de Bruxelas, na Bélgica, país vizinho da França. Foi muito bem recebido por adeptos sérios, interessados na doutrina, conhecedores dos aspectos filosóficos e morais da Doutrina, felizes e motivados em receber aquele mestre que dedicava sua vida integralmente ao seu desenvolvimento e divulgação. Kardec iria conservar dessa visita uma de suas mais agradáveis lembranças. Essas viagens, porém, ele declara, não tinham como motivo a simples satisfação pessoal, não, além de estreitar os laços Continue lendo

Afinal, o que é magnetismo animal?

Afinal, o que é magnetismo animal?

3 minutos Há muito desconhecimento quanto ao Magnetismo Animal. Originalmente, ele nada tem a ver com a concepção popular atualmente divulgada. O termo “magnetismo animal” foi criado pelo médico alemão Franz Anton Mesmer (1734 – 1815). como um novo paradigma da física de então para fundamentar sua renovação da ciência médica, já que ele considerava falsa a teoria aceita pela comunidade científica de sua época — uma teoria mecanicista para as forças (luz, eletricidade, magnetismo, eram consideradas matérias, esferas duras, sem peso e invisíveis). Para Continue lendo

Segundo Kardec, Espiritismo é ciência. Mas não é o que se pensa…

Segundo Kardec, Espiritismo é ciência. Mas não é o que se pensa…

3 minutos Kardec afirmou que o Espiritismo é uma ciência. Mas vai cair em erro aquele que considerar essa afirmação imaginando o atual conceito dessa palavra. Isso porque em nosso tempo ela está associada ao materialismo. Normalmente, mesmo que a maior parte dos estudantes universitários e mesmo professores sejam espiritualistas, todos precisam adotar a doutrina do nada para que sua produção seja aceita, ou corre o risco de cair na marginalidade acadêmica e perder oportunidades. O espiritualismo é mesmo ridicularizado como crendice, ingenuidade, absurdo. Continue lendo

Os Exilados (3): preconceito ou ciência?

Os Exilados (3): preconceito ou ciência?

14 minutos No post anterior desta série “Os exilados”, tratamos do que foi “A chegada dos espíritos de outro planeta”, uma narrativa baseada na teoria das emigrações e imigrações dos espíritos, entre a população encarnada de um mundo para outro, na imensidão do universo. Trata-se de um ensino dos espíritos presente na doutrina espírita, por Allan Kardec: “De acordo com o ensino dos Espíritos, foi uma dessas grandes imigrações, ou, se quiserem, uma dessas colônias de Espíritos, vinda de outra esfera, que deu origem Continue lendo

Os exilados (2): a chegada dos espíritos de outro planeta

Os exilados (2): a chegada dos espíritos de outro planeta

7 minutos Como vimos no anterior post, Os exilados: Será o fim do mundo?, os espíritos superiores estudaram, elaboraram modelos e compreenderam as leis que regem a evolução dos mundos habitados. Estudando os orbes em diferentes estágios, chegaram ao seguinte esquema simplificado, para nosso entendimento: Primeira fase: mundo primitivo. Segunda fase: mundo de expiações e provas. Terceira fase: mundo de regeneração. Quarta fase: mundo feliz. Esse processo evolutivo dos mundos está explicado em nossa obra Revolução Espírita, cuja leitura sugerimos, mas aqui vamos dar Continue lendo

Os exilados (1): Será o fim do mundo?

Os exilados (1): Será o fim do mundo?

4 minutos A humanidade está progredindo? O mundo vai acabar num grande colapso? Os sociólogos dizem ser impossível saber. Um dos mais importantes valores da ciência está em se fazer previsões. O mais cotidiano é a previsão dos fenômenos do tempo. Equipamentos recentes preveem terremotos, erupções vulcânicas e outros desastres naturais com antecedência e precisão, permitindo a preservação de muitas vidas. Na natureza, muita coisa pode ser prevista, evolução genética, produção agrícola, resultados plásticos das operações estéticas, formação dos planetas e estrelas, e muitos Continue lendo