Artigos

Como pesquisar o Espiritismo?

Como pesquisar o Espiritismo?

1 minuto Como pesquisar o Espiritismo? A recuperação das ideias originais da obra de Allan Kardec é uma urgência. Muitas dos conceitos fundamentais, e até mesmo os fatos históricos, foram deturpados por obras ingênuas ou mal intencionadas. Um exemplo interessante está no fato de o professor Rivail ter nascido em Lyon, na França. Está indicado em sua certidão de nascimento. Todavia, examinando esse fato, e não se encontrando mais indicações sobre sua infância, a casa onde morou e outros detalhes, alguns escritores fizeram uso Continue lendo

Kardec fez uso da fé racional proposta pelo filósofo Kant? Será?

Kardec fez uso da fé racional proposta pelo filósofo Kant? Será?

2 minutos Kardec fez uso da fé racional proposta pelo filósofo Kant? Será? Kardec ponderou que “a fé cega não tem mais curso em nosso século racional”. A tentativa de restabelecer a antiga ordem ficou impossível. Mesmo a abstração pede raciocínio, não basta dizer que uma coisa é boa ou má e proibi-la, segundo Kardec: “Pede-se mais que ter a fé, se a deseja, dela se tem sede hoje, porque é uma necessidade; mas se quer uma fé raciocinada. Discutir sua crença é uma Continue lendo

O Espiritismo é a moral da liberdade!

O Espiritismo é a moral da liberdade!

1 minuto O Espiritismo é a moral da liberdade! Não há, afirma a teoria espírita, qualquer evolução que não seja por livre escolha. Até mesmo a expiação, que serve para o espírito que desenvolveu imperfeições precisa ser livre e consciente. A reencarnação imposta não foge da regra, mas a confirma! Pois a reencarnação será imposta apenas aos endurecidos, inaptos para escolher sem se prejudicar, até que ele fique pronto a escolher de forma consciente. E a partir daí evoluirá por meio das escolhas. É Continue lendo

O primeiro livro espírita brasileiro não tinha nada de ingênuo ou igrejeiro

O primeiro livro espírita brasileiro não tinha nada de ingênuo ou igrejeiro

1 minuto O primeiro livro espírita brasileiro é atual e surpreendente! Foi escrito em 1865 (Kardec estava em pleno vapor), por Manuel de Araújo Porto-Alegre, “Cartas sobre o Espiritismo”, veja como ele tratou sobre políticos e corrupção no seguinte trecho: “Todos os males do Brasil provêm da ambição dos seus guias, do egoísmo da maioria dos homens políticos, e da indolência e credulidade do povo, que é como todos os povos enganados. Raríssimos têm sido os deputados que sacrificaram a sua votação futura à Continue lendo

A Doutrina Espírita se aplica à Física moderna?

A Doutrina Espírita se aplica à Física moderna?

3 minutos O Espiritismo se aplica à Física moderna? Por Paulo Henrique de Figueiredo, autor de Mesmer – a ciência negada do magnetismo animal e Revolução Espírita – a teoria esquecida de Allan Kardec.  Em virtude das mudanças de paradigma representadas pela Física Moderna alteraram-se e muito as bases conceituais da filosofia dessa ciência; distanciando os raciocínios utilizados nos tempos de Kardec entre os físicos, absolutamente mecânicos, para pensamentos profundos que a dinâmica, ondulatória, relatividade e quântica proporcionam. Constato, também, que algumas teorias atuais Continue lendo

O Espiritismo afirma que Deus não foi criado mas sempre criou. Como é possível?

O Espiritismo afirma que Deus não foi criado mas sempre criou. Como é possível?

2 minutos O debate sobre o tempo se manteve filosófico até o século 19. Era a medida da sucessão das coisas. Sei o que é, mas não sei defini-lo, dizia Agostinho. Mas depois das ideias de grandes físicos como: O francês Henri Poincaré (1854-1912), o neerlandês que elaborou as equações base da relatividade geral, Hendrik Lorentz (1853-1928), e o mais conhecido Einstein (1879-1955) Esses  pensadores forjaram a física moderna, e nela o tempo se integrou com as dimensões espaciais, que eram três físicas e Continue lendo

Existe espírita kardecista? Ou se trata de um equívoco?

Existe espírita kardecista? Ou se trata de um equívoco?

4 minutos Espiritismo kardecista? Quando criança minha família era espírita desde meus avós, pais, irmãos. Em casa, coisas como mediunidade, espíritos, obras de Kardec, reuniões mediúnicas, efeitos físicos, aulas, seminários, médiuns e escritores espíritas, faziam parte do cotidiano.  Mas naquele tempo (é estranho poder falar isso: “naquele tempo”, deveria deixar essa expressão para quem já viveu 70 ou 80 anos, mas aos 50, peço licença) havia preconceito com quem fosse espírita. Mais ainda se fosse de umbanda, candomblé ou qualquer cultura africana ou afro-brasileira. Continue lendo

O Espiritismo não tem filiação, não é confraria, nem associação. É o que afirmou Kardec.

O Espiritismo não tem filiação, não é confraria, nem associação. É o que afirmou Kardec.

2 minutos Para ser espírita é preciso fazer parte de uma sociedade? Participar de reuniões periódicas? Ter-se formado em cursos de habilitação? Carregar um diploma? Vamos ver que nada disso é necessário para ser espírita, como explicou Allan Kardec. Uma característica importante da autonomia moral, base fundamental da teoria espírita, como pretendemos demonstrar na obra Revolução Espírita, está no fato de que, por sua própria definição, deve ser adquirida por um esforço racional a partir de uma iniciativa espontânea e desinteressada. Dessa forma, ninguém Continue lendo

Primeiro livro espírita brasileiro, em 1865, denuncia a corrupção dos políticos: “darei a quem mais me der! ” Atualíssimo

Primeiro livro espírita brasileiro, em 1865, denuncia a corrupção dos políticos: “darei a quem mais me der! ” Atualíssimo

10 minutos Por Paulo Henrique de Figueiredo Um brasileiro como poucos amaram sua terra, Manuel José de Araújo Porto-Alegre (1806-1879), deve e merece ser reconhecido como expoente e pioneiro da história do Espiritismo no Brasil. Talentoso, lúcido, com uma capacidade fabulosa de compreender nosso povo, nossos problemas e enxergar soluções. Para ele, depois de estudar profundamente, experimentar a mediunidade, dialogar com Allan Kardec e diversos espíritos, chegou à conclusão de que a Doutrina Espírita se encaixa perfeitamente para a formação de nossa identidade nacional. Continue lendo

Extinção do homo sapiens? Catástrofes? A visão espírita do fim do mundo

Extinção do homo sapiens? Catástrofes? A visão espírita do fim do mundo

7 minutos Por Paulo Henrique de Figueiredo Repetindo profecias milenares, a cultura contemporânea narra nos filmes catástrofe os gestos derradeiros da humanidade (será o inconsciente coletivo?). Consumida em lava, esmigalhada pela fúria de meteoros, afogada em ondas esmagadoras. Enxofre, fel e fogo. Dor lancinante. Não restará alma viva. Tomado de sua divina implacável ira, o Criador, mostra a face oculta de seu poder, destruindo insensível sua própria obra. Acabaram as ilusões. Todo esforço em vão. Não há mais dúvidas sobre o futuro. É o Continue lendo